Suíça: a extrema-direita caiu mas continua dominando

24 Oct

A extrema-direita suíça representada pelo partido SVP (ou UDC na Suíça francesa) continua poderosa mas um pouquinho menos. Graças a Deus. O maior partido político suíço é abertamente xenófobo, racista, machista, anti-Islã, ultra-conservador e anti- União Européia. As idéias e as campanhas do SVP são de extremo mau gosto e agressivas.

As eleições ontem , onde votamos nos representantes legislativos federais – ou no Brasil, os deputados federais e os senadores- marcaram a ligeira queda do SVP na preferência nacional. A projeção do partido dizia que eles teriam mais de 30% dos votos mas pela primeira vez em vinte anos, o SVP perdeu 2,3% de eleitores e sete deputados na Câmara. Apesar da queda, o SVP continua sendo o partido mais poderoso da Suíça, agora com 54 deputados na Câmara. É muito. Ao todo são 200 deputados. O que não é ocupado pelo SVP é dividido entre partidos de centro-direita (a maioria), de esquerda e os verdes que perderam várias cadeiras na Câmara.

Ainda é muito cedo para comemorar. Um dos partidos que teve um grande aumento de eleitores – cresceu mais de 5 % – é exatamente o BDP, uma dissidência do SVP.

O partido Pirata e o dos Animais  e também os Secondo Plus, grupo que representa o interesse dos estrangeiros, não conseguiram eleger ninguém.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: